Algumas coisas sobre os Jogos Mundiais Militares que você deveria saber

Extraído do Blog Esporte Social –

http://esportesocial.com/2011/07/31/algumas-coisas-sobre-os-jogos-militares-que-voce-deveria-saber/

Espetacular o texto…

 

 

« Em 6 anos, Londres monta ‘superolimpíada’. E agora, Rio?

Algumas coisas sobre os Jogos Militares que você deveria saber

Jul 31st, 2011 by Esporte Social

Post original do dia 24 Jul e atualizado em 31 Jul 11 às 14:44hs.

 

Após mais de seis meses saído da Força devido ao tempo de serviço, vou tentar em algumas linhas mal escritas relatar alguns aspectos que não estão sendo levantados sobre os Jogos Olímpicos Militares.

Dentro da caserna temos um termo chamado ‘embuste’, que se refere quando um militar quer se passar por algo que ele não é, ou se mostrar artificialmente; e é exatamente o que a Força Terrestre e outras forças estão fazendo com esses Jogos Olímpicos Militares: Embuste.

Parafraseando o Gustavo Cerbasi quando ele fala sobre Status, mas com algumas alterações:

Embuste Militar: Apresentar um desempenho que você não tem, investindo em atletas que não são militares, gastando dinheiro que a Força não possuí para promover um desporto militar que não existe.

 

Em algumas linhas abaixo, vou levantar a lebre dessas afirmações.

 

1) Apresentar um desempenho que você não tem: Realizando uma fria análise do quadro de medalhas (hoje é o último dia da competição, 9:55hs) dá pra ver a discrepância do Brasil para os outros países, em especial do 3º colocado em
diante. Em um primeiro momento os ufanistas vão ter o seguinte pensamento: “Uau os nossos militares são os melhores esportistas do mundo!”; porém a realidade não é bem assim.

Todos os anos diversos comandos militares tem as suas próprias olímpiadas, no qual os atletas de melhor desempenho são chamados para compor comissões militares as quais representam legitimamente o desporto militar em diversos lugares do Brasil e do Mundo; fato este que pode ser verificado no Boletim do Exército. Porém, esses jogos militares a delegação brasileira apresentou um esquema muito interessante, no qual vendo que os atletas militares tinham desempenho razoável em relação aos atletas de ‘Elite’ para não correr o risco de outro país dominar o quadro de medalhas em Terra Brasilis viu-se na obrigação indecente de aliciar atletas profissionais (sim, esses mesmos que recebem patrocínios e bolsa atleta) para compor os quadros militares.

Tendo essa missão, foram buscar atletas do pirotécnico; porém não menos indecente; Panamericano de 2007. Ou seja, foram buscar o que há de melhor no esporte nacional para competir contra militares amadores.

Eis que montaram o pelotão com diversos nomes: Leandro Guilheiro, Edinanci Silva, Jardel Gregório, Tiago Camilo, Luciano Correa, Sarah Menezes, Erika Miranda, Ketleyn Quadros, Mayra Aguia, Tales Cerdeira, Fabiano Peçanha, Hudson de Souza, Keila Costa, Shilton, Marcellus, Jefferson Sobral, Coloneze, Wagnão, Estevam,  Nezinho, Arthur, Fábio Augusto, Maycon, Tânia Maranhão, Kátia Cilene, Bruno Carvalho, Washington Silva, Robenilson Vieira de Jesus, Robson Conceição, Myke Carvalho, Everton dos Santos Lopes, Rafael Lima e Pedro Lima, Renzo Agresta, João Antônio de Albuquerque e Souza, Vicente Lenílson, Natália Falavigna só pra ficar em alguns nomes; para não falar dos comandantes que pegam atletas juniores em fase de alistamento e incorpora esses jovens para competir ‘em nome da unidade’; situação essa em que o Brasil perde um atleta; bem como não ganha um militar.

 

Dentro dessa legião de atletas contamos com nomes que estão bem no cenário mundial (as meninas do vôlei) como com nomes que buscam uma redenção (salto em distância, e Judô) porém o que é fato é que logo após esses jogos terminarem cada um desses atletas voltarão ao seu clube de origem no qual irão encontrar o melhor da infraestrutura e competidores de alto nível, e largarão os quartéis às mesmas traças que encontraram.

Para finalizar, vamos ver em Londres o desempenho desses mesmos atletas, e comparar com suas conquistas de hoje.

 

2) Investindo em atletas que não são militares:

 

Dentro desse pelotão citado, vamos contar o espaço temporal no qual esses ‘militares’ irão permanecer na força. Todos
sabem que esse tipo de competição, não representa a realidade do esporte militar no Brasil; este tão canibalizado internamente em detrimento do emprego dos militares em atividades particulares aos comandantes.

Não é preciso ser um observador muito meticuloso para ver que montante gasto nesses ‘militares’ não foi pequeno. Vejamos: Pagamento de soldo, alimentação, treinamento, material bélico, modificação de estrutura de treinamento (ou até parece que o Jardel Gregório iria treinar na pista de carvão do 4º BIL em Osasco), entre outros aspectos; além lógico do desprestigio de atletas que são formados na caserna e que na hora de representar o verdadeiro desporto militar são descartados.

 

3) Gastando dinheiro que a Força não possuí:

 

Chega ser até hilário ver o contraste desses ‘investimentos’; pois enquanto é gasto mais de 1 bilhão de reais na edificação de jogos militares, comandantes militares estão dando meio expediente para economizar recursos de alimentação da tropa.

 

Na minha modesta opinião um comandante que dá meio expediente deveria responder por crime militar de Periclitação da Saúde. Acha muito exagerado? Olha o que diz o Art 213 do Código Penal Militar:

“[…]Art. 213 – Expor a perigo a vida ou saúde, em lugar sujeito à administração militar ou no exercício de
função militar, de pessoa sob sua autoridade,
 guarda ou vigilância, para o fim de educação, instrução, tratamento ou custódia, quer privando-a de alimentação ou cuidados indispensáveis, quer sujeitando-a a trabalhos excessivos ou inadequados, quer abusando de meios de correção ou disciplina:

Pena- detenção, de dois meses a um ano.[…]”

Fonte: Supremo Tribunal Militar

 

Como dizia um velho amigo ex-comandante de companhia, é só pensar dois minutos à frente para ver que isso é um ato de irresponsabilidade total, porque:

 

a)      Com meio expediente é ceifado da rotina militar a atividade física, condição essa vital para a profissão militar;

 

b)      Soma-se a tirar da rotina militar também as refeições – estas muito mais balanceadas do que a comida caseira – induz-se os militares a consumir uma alimentação que não supre as suas necessidades diárias (seja nutricional ou terapêutica); na qual a predileção por alimentos melhor paladar acaba por tirar os soldados da forma ideal. Resultado: Militares ou com subnutrição, ou com excesso de peso.

 

Não acredita? Vá no próximo 7 de setembro e observe o a circunferência abdominal dos militares, em especial os com mais tempo de serviço; os braços finos, ausência de trapézio.

 

c)       Se os militares estão sem preparação física, bem como tem a sua nutrição (atributo esse inerente à profissão militar) colocada em segundo plano (e piorada); logo o seu emprego não será satisfatório.

 

d)      Por último e não menos importante, sem o expediente (matinal/vespertino) há tempo da iniciativa privada aliciar os militares para prestação de serviços, como por exemplo segurança para complementar a sua renda.

 

Militar do Exército indo para a segunda jornada, vulgo “bico” devido à janela do meio-expediente.

Não vou nem entrar no mérito na questão do reaparelhamento da força, investimentos em ciência e tecnologia bélica; pois o Inconfidência já está fazendo isso com muito mais propriedade e competência.

 

4) Para promover um desporto militar que não existe:

 

Para finalizar, a maior prova que esse desporto pintado nas telas da ESPN, Band Sports, Globo, entre outros (que diga-se de passagem não tem nenhuma culpa no que acontece nos bastidores) não condiz com a realidade é que em inúmeros quarteis o desporto está simplesmente deixado de lado para atendimento de formaturas para premiação de civis (?), enquanto em contrapartida o 31 de Março de 1964 é tirado do calendário militar pelo agora suspeito de fraudes em obras que envolveram militares o Comandante do Exército o Gen Enzo Peri.

PARA LER

 

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Olimpiadas/0,,MUL1373812-17698,00-ATLETAS+TENTAM+SE+ADAPTAR+A+ROTINA+MILITAR.html

http://globoesporte.globo.com/Jogos-Mundiais-Militares/noticia/2011/07/brasil-investe-em-tropa-de-elite-em-busca-de-recorde-nos-jogos-militares.html

http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1450626-7824-TRIATLETA+VIRA+SARGENTO+PARA+REPRESENTAR+O+BRASIL+NOS+JOGOS+MUNDIAIS+MILITARES+DE+2011,00.html

http://sportv.globo.com/site/programas/sportv-news/noticia/2011/07/ao-estilo-militar-jadel-espera-voltar-pistas-com-medalha-nos-jogos.html

http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1572043-7824-KETLEYN+QUADROS+LEVA+A+PRATA+NA+CATEGORIA+ATE+57+KG+DO+JUDO+DOS+JOGOS+MUNDIAIS+MILITARES,00.html

http://globoesporte.globo.com/Jogos-Mundiais-Militares/noticia/2011/07/brasil-derruba-os-militares-dos-eua-no-basquete-e-vai-brigar-pelo-ouro.html

http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1574111-7824-LUCIANO+CORREA+E+OURO+NA+CATEGORIA+ATE+100KG+DO+JUDO+MASCULINO+DO+JOGOS+MUNDIAIS+MILITARES,00.html

http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1574003-7824-RAFAEL+SILVA+E+BRONZE+NA+CATEGORIA+ACIMA+DE+100KG+DO+JUDO+DOS+JOGOS+MUNDIAIS+MILITARES,00.html

http://globoesporte.globo.com/Jogos-Mundiais-Militares/noticia/2011/07/leandro-guilheiro-pede-continuidade-e-ampliacao-do-projeto-esportivo-militar.html

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Fotos/0,,GF77396-9645,00-FOTOS+FORMATURA+DE+ATLETAS+NO+EXERCITO.html#fotogaleria=1

http://www.rio2011.mil.br/

http://esportes.terra.com.br/rumo-a-2012/noticias/0,,OI5258033-EI17322,00-Jogos+Mundiais+Militares+tem+arquibancadas+e+hoteis+vazios.html

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/07/ambulantes-fazem-balanco-negativo-sobre-vendas-em-jogos-militares.html

http://esportes.terra.com.br/rumo-a-2012/noticias/0,,OI5254711-EI17322,00-Jogos+Militares+Keila+Costa+conquista+a+prata+no+salto+triplo.html

http://esportes.terra.com.br/rumo-a-2012/noticias/0,,OI5258035-EI17322,00-Em+ritmo+de+despedida+Vicente+Lenilson+fatura+ouro+nos+X+m.html

http://www1.folha.uol.com.br/poder/952167-comandante-do-exercito-vira-alvo-de-investigacao.shtml

http://www.grupoinconfidencia.com.br

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s